Quarentena – 35º dia

Quarentena – 35º dia

“Assim, pois, com muitas outras exortações anunciava o evangelho ao povo; mas Herodes, o tetrarca, sendo repreendido por ele, por causa de Herodias, mulher de seu irmão, e por todas as maldades que o mesmo Herodes havia feito, acrescentou ainda sobre todas a de lançar João no cárcere.
E aconteceu que, ao ser todo o povo batizado, também o foi Jesus; e, estando ele a orar, o céu se abriu, e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea como pomba; e ouviu-se uma voz do céu: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.”
(Lc.3:18-22)

A fé exige sacrifício e renúncia. É algo independente dos pensamentos de terceiros.

Veja que João foi corajoso, audacioso e ousado, tendo repreendido o próprio Governador, sem receio! Apesar de ter pago o preço, isso não o impediu de mostrar a Herodes a verdade.

Vemos também o caso do Senhor Jesus, que se submeteu ao batismo… O Qual, quando orava, o céu se abriu.

Quando uma pessoa se sujeita a obedecer e a agir a fé, independente de quem quer que seja ou do que os outros possam pensar ou falar, torna-se “justa”, pois o “justo” vive pela fé…

O Senhor Jesus deu-nos o exemplo, não Se considerando superior a ninguém, mas sendo um justo cumpridor.

Hoje, sabendo nós – mesmo sem motivo – ao ouvir João Batista pregar sobre o batismo nas águas, não pensou duas vezes, mas fê-lo, resultado de uma fé exclusiva em Deus. E isso fez com que Deus, nos céus, O pronunciasse como Filho amado, permitindo que o Espírito Santo descesse sobre Ele.

De que forma nos tornamos pessoas irresistíveis para Deus, ao ponto de nos conceder o Seu Espírito?

Quando agimos a nossa fé e dependemos da mesma.

Não agimos consoante a direção dos demais, mas de acordo com o que cremos!

O Senhor Jesus pagou o preço da fé, mas não ficou só! Deus fez questão de dizer, publicamente, que Ele era o Seu Filho amado.

Se Ele se importasse com a opinião alheia, nada disto aconteceria. Mas, porque foi só, não se importou com terceiros e agiu a fé, então o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre Ele.

E assim será consigo, amiga: Quando assume a sua fé e age independentemente dos demais, consoante a sua própria crença, Deus não ficará indiferente consigo, mas manifestará o Seu poder.

Recordo-me de um episódio, em que, pela manhã, bem cedo, após orar a Deus e meditar na Sua Palavra, fiz uma lista de coisas que desejava mudar. Dentre elas, o controlar a minha alimentação.

Contudo, no final daquele dia, comi o que não devia: Um pedaço de bolo! Dizia: “É apenas um bocadinho.” Mas, aos pouquinhos, fui comendo…

Quer dizer: Eu falhei com o que havia dito pela manhã… Como se nada acontecera!

Então, fui para a reunião revoltada com esta situação: “Como posso meditar na Palavra de Deus, faço a lista, tenho consciência do meu erro e, ainda assim, me permito dominar pelas minhas vontades?!”

O meu marido pregava, naquele momento, sobre quem não praticava a Palavra de Deus, chamando à frente as pessoas que se reviam nisto… E, tão espontaneamente, me levantei!

De imediato, veio aquela sensação: “Você é a única esposa de pastor…”. E, com ódio daquela voz, pensei: “É verdade mesmo, não pratico a Palavra de Deus, olha o que aconteceu hoje…”

Mas, quando fui à frente, parece que o céu se abriu para mim. A presença de Deus era tão forte naquele dia, que eu saí diferente… Foi muito especial!

E ainda se aconselhou a todos que se batizassem nas águas…

Sábado, lá estava eu, sob o olhar inquiridor da obreira que nos ajudava…

No momento em que o pastor distribuía as batas, “caiu a ficha”, da forma como eu estava… Falei com Deus, batizei-me e, ao sair dali… venci!

Hoje, não sou mais dominada, não apenas pela comida, mas também por aquela lista… Venci-a, porque assumi!

Existem certas coisas que você não vence, porque não assume; não quer encarar…

Mas qual é a sua verdade? Qual é a situação que está a viver? Não é essa?!

Então assuma, pois quando assume, Deus não fica indiferente!

O Céu se abre e o Espírito Santo desce sobre si, dando-lhe forças para vencer aquilo que não conseguia dominar.

E temos que ficar sozinhas, tornando-nos pessoas responsáveis pelas nossas atitudes. Não envolvidas por emoção, mas baseadas em uma fé inteligente.

Deus agrada-Se dos sinceros; dos que buscam a Verdade. E isso é o mais importante!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

103 Comentários

  1. Eu quero estar dentro da Vontade de Deus,pagar o preço,nem sempre é tão simples.Mas quando estamos definidas,temos os olhos abertos.
    É isso que me tem acontecido.
    Renúnica,sacrificar,ser corajosa,perseguir,Meu Deus,farei minha lista,e não importa o tamanho,mas quero aprender persaguir,ser definida,corajosa.
    Um lição ampla hoje,em tantos aspectos.
    Muito obrigada.
    Deus as abençoe!!!!

    Ver mais
  2. Olha D. Vivi, o que a senhora falou aqui hoje bateu-me como um balde de água gelada na cara.
    Quando eu me deixo dominar por o que quer que seja, não estou a cumprir com a palavra de Deus.
    Há uns tempos fiz uma lista como a que a senhora fez e consegui vencer a maior parte dos itens dessa lista mas há um que ainda me prega rasteiras e eu tenho uma raiva, um ódio tão grande dele, de viver com esse “pequeno item” em mim… Mas não vou ficar de braços cruzados.
    Se sou de Deus tenho que vencer isto.
    Até amanhã

    Ver mais
  3. Devemosvnos preocupar com o que Deus pensa de nos.
    Muitas vezes queremos agradar todo o mundo, somos sempre delicadas e cuidadosas com o que falamos, mas esquecemos-nos que só o Senhor Jesus pode fazer algo em nossas vidas e nos salvar.
    Apenas temos que assumir a nossa fé e nos prontificar a obedecer.

    Ver mais
  4. Bom dia dona Vivi.
    É muito forte essa passagem. O quê que adianta eu reconhecer o erro mas não assumir e provocar mudança em mim? As vezes até reconhecemos o erro, mas por não assumir de verdade, ficamos preocupados com que outros vão pensar. Nessa hora que o pastor chama para ir a frente, parece que todos estão a olhar para nós. A vontade é adiar, mas a fé, a revolta e o arrependimento nos fortalece a enfrentar todos esses olhos que olharem ou não, e se lançar nas mãos de Deus todo o nosso pecado, erro, ansiedade, e não tem como o céu ficar fechado. Deus ama aquele que é sincero. bjs

    Ver mais
  5. Olá D.Vivi, quando comecei a quarentena não imaginava que ía revolucionar toda a minha vida, eu era muito indecisa, não havia uma definição dentro de mim, com relação a nada, nem com a vida espiritual e nem com o cotidiano, sempre precisava da opinião de outras pessoas pra tudo, entendi? Hoje não, depois da quarentena, o céu se abriu pra mim, estou tendo mais afinidade com DEus, já decidi que esse ano vou começar e vou até o fim na minha faculdade em nome do Senhor Jesus, não sou obreira e nem esposa de pastor, mas já nasceu em mim o desejo de servir a Deus. Então só quero dizer que aprendi e muito com a quarentena a assumir a fé e não depender dos outros mas do Espírito Santo. Bjs Mônica Andréa

    Ver mais
  6. Estes ensinamentos da quarentena são verdadeiras pérolas, quando se pratica não resta dúvida faz coisas grandiosas no nosso interior e isso se reflecte no nosso dia a dia, aprendemos a dar valor ao nosso bem mais precioso que é a salvação e não perdemos tempo em desviar nossa atenção com aquilo que só serve para desviar do foco e nos adoecer espiritualmente!

    Ver mais
1 2 3 18